Take Off The Halter

9 mar

Take Off The Halter foi eleita recentemente “Banda promessa 2011” pela crítica no prêmio Best of Zona Punk 2010. E não é á toa. Essa é com certeza a melhor banda de hardore melódico dos últimos anos. É uma banda com uma energia e presença de palco admiráveis, melodias trabalhadas, técnica e precisão notáveis para uma banda tão nova e com integrantes tão jovens. Take off the Halter deixa muitas bandas mais antigas no chinelo, e mostra que sim, ainda existem bandas boas e que o hardcore nacional não morreu.

A banda lançou o EP “We took off” que com apenas 6 músicas já mostrou todo o potencial da banda,  e está prestes a começar a gravar o primeiro Full Legth, que deverá ser lançado no segundo semestre desse ano.

Abaixo segue uma entrevista com o guitarrista Fernando, que falou sobre o começo da banda, a mudança do nome, a gravação do próximo CD e mais!

PN – Como e quando começou a banda?

TOTH – A banda surgiu de uma banda que eu (Fernando), Victor e o Rafael tocávamos na época do colégio. Com esta

ganhamos um prêmio da Nickelodeon e investimos todo o dinheiro na gravação do EP. Porém, banda

efetivamente começou no segundo semestre de 2009, logo após a gravação do nosso EP “We took off”.

Durante a gravação éramos eu e Victor tocando guitarra e o Rafael no baixo. Logo depois de lançá-lo

convidamos Cauê e o Danilo que já tocavam comigo em outra banda.

PN – Quais as influências da banda?

 TOTH - Basicamente Heavy Metal 80's, Hardcore 90's como Pennywise e Bad Religion e algumas bandas mais atuais como Belvedere, Comeback kid e A Wilhelm Scream.

PN – Como foi o processo de gravação de primeiro EP?
TOTH – O Ep foi gravado pelo Hóspede (Medellin) no Norcal Studios, em Pinheiros. A gravação começou em Junho de 2009 com o Carioca (Medellin)gravando as bateras do disco. Logo em seguida começamos as guitarras que na época foram gravadas por mim e pelo Victor. Sequencialmente, o baixo e as vozes. Todas as músicas já haviamos feito a pré-produção em casa desde março de 2008, onde fomos juntando várias músicas e escolhemos as que mais curtíamos.
Em novembro de 2009 lançamos o EP Digital, onde colocamos para download em diversos blogs e sites, tendo uma ótima repercussão, prensamos independentemente o EP, fizemos mil cópias, que hoje restam pouco menos de 200 discos. Em junho de 2010, fechamos com o selo japonês (Bells On Records) um dos mais consagrados na cena e lançamos nosso EP em terras asiáticas.


PN – Quando sai o novo CD e como foi a gravação dele?
TOTH – Essa é uma pergunta que muitos me fazem. Estamos para entrar em estúdio em abril, gravaremos 10 músicas inéditas incluindo as já tocadas em shows, como “The Train” e “Fission and Fusion”. É muito provável que o cd saia ainda no primeiro semestre. Estamos tendo um cuidado imenso com ele, produzindo, fazendo e refazendo arranjos, vozes, para que seja o melhor possível. Acredito que a galera vá notar a evolução que tivemos nesse pouco mais de um ano de banda.
Como no anterior, estamos fazendo a pré-produção em casa, o que dá uma liberdade para trabalharmos sem limite de tempo.

PN – Como vocês se sentem sendo tão elogiados, recebendo prêmios e tocando com bandas prestigiadas como Reffer, Garage Fuzz e etc?
TOTH Nossa, é uma sensação impossível de descrever. Tanto isso quanto aquele arrepio que sentimos ao subir no palco e ver a galera cantando junto.
Acredito que se está acontecendo algo de bom com a gente, é fruto de muito esforço e determinação. Nos sentimos felizes por saber que todo o trabalho de compor, ensaiar, gravar e ficar noites acordados está fazendo alguma diferença em algum sentido, o que cada um sente quando ouve a música é de cada um. Muitos já me falaram que se sentiam como se a música fosse para eles, eu fico impressionado em saber que estamos mostrando para as pessoas coisas que muitos sabem e não fazem questão de lembrar que está acontecendo ou simplesmente fingem que não está acontecendo nada e moram em um mar de flores. Por tocar com todas essas bandas é impossível falar que não nos sentimos honrados de tocar ao lado dos caras que ouvíamos nos walkmans, fitas, mp3 players e nos influenciaram/influenciam até hoje.
PN -Porque a banda vai mudar de nome? Esse nome é tão bom! Quando vai ser essa mudança?
TOTH –  Então, foi uma decisão necessária. O significado que temos aqui de Take Off The Halter (tire o cabresto), não é exatamente o mesmo lá fora. Na gringa isso quer dizer também, algo do tipo “Mostre os peitos”! No que não vemos problema algum (risos), mas tira um pouco da real mensagem que queremos passar, e nos brecaria em algumas coisas. Sem pretensões grandiosas, mas não queremos ter nenhum tipo de limite de aonde nosso som possa chegar. Pensamos muito, decidimos mudar e essa mudança acontecerá agora, após o carnaval. O novo nome será Bullet Bane, no sentido de “bala da perdição”.

PN – Quais são os planos para o futuro da banda?
TOTH – Lançar nosso primeiro disco e divulgá-lo por todo Brasil e no exterior também.
PN – Vocês pretendem gravar algum videoclipe?
TOTH – Essa pergunta é bem legal. Estávamos discutindo isso esses dias. Vamos sim, já estamos preparando o roteiro, o clipe será de uma música nova, vamos chamar uma galera para participar do clipe, mas logo mais a gente vai colocar como participar do clipe.
PN – Qual seria (ou foi) a banda com a qual vocês mais gostariam de dividir o palco?
TOTH – Já tocamos com muitas bandas, mas a que mais curtimos tocar foi com o A Wilhelm Scream, que além dos caras serem muito legais, era uma coisa que nós nunca esperávamos. Lembro que no 2º ano do colegial ouvíamos AWS e não conseguia imaginar que os veria ao vivo, quanto mais tocar ao lado dos gringos.


Take Off The Halter, ou agora Bullet Bane promete ser uma daquelas bandas que vai fazer história e marcará o Hardcore Melódico nacional, assim como Dead Fish, Garage Fuzz, Noção de Nada, Reffer, Street Bulldogs e tantas outras.
A banda lançou hoje um mini-documentário explicando a mudança do nome da banda, informações sobre o CD novo, prévias das músicas novas e muito mais! Segue o vídeo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: